Posicionamento de marca: por que sua empresa precisa se preocupar?

Em cenários de alta disseminação de informações e grande competitividade, estabelecer um plano de posicionamento de marca é fundamental para engajar clientes, fidelizá-los e obter destaque da concorrência. Esse conjunto estratégico pode ser definido por uma simples equação: posicionamento = segmentação + diferenciação.

As ações têm como objetivo associar produtos e serviços ofertados à idéia de serem desejáveis e imprescindíveis, criando assim um valor que os diferencia no mercado.

Empresas bem posicionadas conseguem engajar indivíduos e manter uma trajetória mais longa. Entretanto, não se deve confundir tradição com apego a velhas práticas. É preciso, constantemente, atualizar-se e pensar em novas estratégias que permitam a sobrevivência e o alcance de bons resultados.

Listamos algumas dicas que vão te ajudar a definir o posicionamento de sua marca. Confira! 

Defina a identidade e a imagem do negócio

Saber diferenciar e relacionar esses dois pontos é vital para o sucesso de uma estratégia de posicionamento de marca. Os dois são intrinsecamente relacionados, porém, diferentes.

A identidade contempla um conjunto de elementos que pertencem à essência do negócio: serviços, atendimentos, relacionamentos externo e interno, estruturação, dentre outros.

A imagem é a forma como a empresa é percebida pelos indivíduos. Julgamentos como ”a companhia X sempre oferece novidades” ou ”Y possui uma campanha ambiental socialmente responsável” fazem parte desse ponto.

Sabendo-se a diferença entre identidade e imagem, ou seja, entre a essência de uma empresa e a percepção externa sobre ela, é possível construir uma estratégia de posicionamento. Assim, torna-se possível a vital associação entre valores do negócio e do público, por meio da elaboração de produtos e da modelagem do atendimento, dentre outros.

Pense bem: um negócio pode apenas se estabelecer em um lugar se houver total conhecimento sobre quem ele é, sobre suas crenças, a quem deseja se direcionar e o que é dito sobre ele.

Conheça a audiência

A audiência está mais relacionada ao alcance de uma marca, enquanto o público-alvo contempla os indivíduos que, de fato, consomem os produtos e os serviços. A primeira engloba o segundo grupo, e conhecê-las é fundamental para construir a identidade e a imagem de marca, logo, o posicionamento estratégico. 

Digamos que todas as pessoas que curtem uma marca no Facebook, por exemplo, sejam a audiência. Para fazer com que esses indivíduos sigam, em primeiro lugar, a página e que, em segundo lugar, interajam constantemente com ela, é preciso ter um conhecimento mais específico de quem são essas pessoas, facilitando também a transformação desse público em clientes.

As redes sociais são um bom exemplo de ação sobre a audiência, uma vez que elas permitem o diálogo com um grande número de pessoas. 

Segmente o público-alvo com o posicionamento de marca

A partir do conhecimento da audiência, defina o seu público-alvo, ou seja, estabeleça nichos de mercado. É sobre esses grupos específicos que o posicionamento de marca, de fato, atua.

Pense bem: infelizmente, uma marca não tem como fazer com que todas as pessoas que interagem com ela consumam seus produtos e serviços. Definir critérios de segmentação favorece, de fato, o sucesso da venda.

Por meio da segmentação, é possível estabelecer os públicos com os quais você deseja se conectar. Critérios demográficos (idade, gênero, profissão, religião), geográficos (endereço), psicográficos (estilo de vida) e comportamentais auxiliam o processo.

​Esses dados fazem com que o posicionamento tenha um direcionamento claro. Eles permitem que você fale a mesma linguagem do seu público e ofereça algo relevante.

Digamos que uma marca de biscoitos, por exemplo, identifique um público-alvo potencial que possui alergia a glúten, algo apenas alcançado por meio da coleta de informações.

A partir desses dados, a criação de uma linha de produtos que não leve farinha de trigo pode ser estudada. Dessa forma, a empresa está se posicionando estrategicamente no mercado. 

Destaque-se da concorrência

Garantir destaque: esse é um dos principais objetivos de qualquer empreendedor. Apesar da importância de ser facilmente reconhecido pelo público em meio a tantas ofertas, também é vital manter-se atualizado sobre o que os seus concorrentes estão fazendo.

A partir do conhecimento das ações de outras empresas, procure criar pontos que destaquem a sua. Entretanto, saiba a diferença entre manter-se atualizado e copiar estratégias.

A reprodução direta e exata transmite falta de credibilidade em relação ao público e ao mercado. O ideal é usar as ações dos concorrentes como parâmetro — como modelos a serem melhorados e aperfeiçoados. Sempre busque o seu diferencial.

Essa procura deve manifestar-se em variados níveis da organização. É preciso responder à pergunta: o que torna essa empresa única?

Invista no atendimento

Essa é uma das maneiras mais eficientes em destacar o seu negócio da concorrência e construir uma percepção positiva, ou seja, de trabalhar o posicionamento de marca.

O importante que determinado cliente não se sinta apenas mais um entre os vários da carteira de clientes. É vital fazer com que ele se sinta especial. Os funcionários responsáveis pelo atendimento devem ser constantemente capacitados e orientados. O nível de satisfação precisa ser alto.

Caso as vendas sejam realizadas em plataformas digitais, garanta o total funcionamento delas. Os sites precisam ser didáticos, funcionais e oferecer a possibilidade de contato direto por meio do envio de e-mail, ligação telefônica ou o próprio atendimento online.

Digamos que um indivíduo, apesar do grande interesse em um determinado produto, não consegue efetuar a compra no site online pois o endereço apresenta um defeito operacional, ou seja, a tela trava constantemente, conduzindo ao insucesso do pedido.

Ao tentar entrar em contato com a empresa por meio do 0800, todas as linhas estavam ocupadas e ele teve que esperar 30 minutos, quando, com impaciência, cancelou a ligação. Irritado, entrou no site do concorrente e achou um produto que dialoga melhor com os seus interesses.

O posicionamento de marca depende totalmente da especialização da oferta — ou seja, da segmentação — e do destaque em meio à concorrência.

As informações sobre o conjunto de ações foram úteis? Compartilhe o post nas redes sociais, troque experiências!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"