Quais os melhores tipos de embalagens para vinhos e destilados?

As embalagens para vinhos receberam atenção crescente nos últimos anos. Sabe-se que a aparência das embalagens desempenha um papel importante na influência da percepção do consumidor e consequente aceitação. Os atributos externos proporcionam aos consumidores uma utilidade social e estética e podem influenciar fortemente as expectativas de assimilação sensorial.

Portanto, vários tipos de embalagens diferenciam a empresa dos concorrentes, ao possuir capacidade de oferecer diversas opções, sejam simples ou personalizadas. O design dos rótulos também são as ferramentas de marketing mais comuns, mas não são a única maneira de se destacar em um nicho específico para o vinho. A forma da sua garrafa, a cor do vidro e o seu tipo de cortiça ou fechamento podem ser usados ​​para reforçar uma mensagem de marketing na mente do consumidor.

Os fabricantes de vinhos devem considerar cuidadosamente suas embalagens, uma vez que garrafas e rolhas fazem mais do que garantir que seu vinho seja seguro para o consumidor. Assim, com tantos vinhos diferentes na prateleira, a embalagem desempenha um papel fundamental na diferenciação de produtos para os apreciadores desta bebida.

O design das embalagens para vinhos revela a identidade da marca

O primeiro gosto é quase sempre com os olhos. Com um design de embalagem personalizado ou inteligente, o produto se destaca da enorme variedade de garrafas. Isso atrai o consumidor a comprar e facilita a lembrança da sua marca para compras futuras.

Os consumidores de vinho casuais, que não estão familiarizados com vinícolas específicas, são os mais propensos a deixar a embalagem influenciar suas decisões de compra. Em muitos aspectos, os clientes interpretam as embalagens como indicativas da qualidade do produto. Por exemplo, na última década, as garrafas de vinho têm ganhado peso gradualmente, porque as pessoas geralmente associam garrafas de vidro mais pesadas com maior qualidade, mesmo que eles saibam pouco sobre esse vinho em particular.

A embalagem do vinho deve combinar a identidade da marca que deseja projetar ou falar com o estilo de vida do público-alvo. Hoje, é possível escolher qualquer forma de garrafa e cor. Além disso, os clientes são mais abertos do que nunca sobre a apresentação criativa.

A embalagem precisa garantir a qualidade do vinho

As garrafas de vidro são a maneira mais popular de acondicionar o vinho hoje. O vidro é feito de dióxido de silício, uma areia de quartzo relativamente barata. Apesar de o vidro ser reciclável, acaba sendo mais econômico para vinícolas usar o vidro virgem devido ao custo necessário para transportar vidro usado ou reciclado por longas distâncias.

Enquanto as garrafas de vidro tradicionalmente foram usadas para armazenar vinho, elas também servem a outra função importante. A garrafa é o que afeta o processo de envelhecimento do vinho. As garrafas de vidro protegem a qualidade do vinho, reduzindo a permutação de oxigênio através do recipiente.

Enquanto outros recipientes podem ser mais econômicos e mais leves, eles geralmente não preservam a qualidade do vinho como garrafas de vidro. Recipientes de plástico feitos de polietileno tereftalato (PET) são mais leves, mais sustentáveis e 100% recicláveis, mas podem não ser as melhores opções se forem estocados por mais de um ano.

Embalagens para vinhos práticas e de fácil usabilidade

Cada vez mais os consumidores buscam novidades e formas que fujam um pouco do tradicional, com designs autênticos, modelos de garrafas personalizadas e maneiras mais fáceis de abri-las.

As tendências futuras prometem embalagens para vinhos customizáveis, rótulos com códigos de toque que forneçam informações personalizadas, etiquetas com tecnologia Bluetooth para identificar as características do produto em prateleiras de varejo, rótulos com impressão 3D e desenvolvimento contínuo de embalagens sustentáveis.

O ceticismo das embalagens alternativas está sendo substituído pela aceitação. Anteriormente, os apreciadores de vinho mais conhecedores eram mais duvidosos com embalagens fora do convencional; agora, há aceitabilidade maior, que parece aumentar.

Pensando nisso, separamos 5 novidades de embalagens alternativas para vinhos:

1. Garrafas de vidro com peso leve

Assim como os consumidores têm pedido embalagens para vinhos mais ecológicas e econômicas, os proprietários das vinícolas também. Nos últimos anos, os fabricantes de vidro começaram a diminuir as suas garrafas, produzindo versões mais sustentáveis e econômicas. Embora a garrafa tenha diminuído e tenha se tornado um pouco mais sustentável, não perdeu qualquer estilo.

2. Garrafas PET

As garrafas PET oferecem várias vantagens em relação às garrafas tradicionais de vidro. Elas são inquebráveis, oferecem uma maior flexibilidade no design e são mais leves do que uma garrafa de vidro tradicional. A redução no peso resulta em um menor custo de transporte.

3. Embalagens cartonadas

À medida que a crise financeira se espalhou, os consumidores procuram vinho de qualidade a preços acessíveis. Empresas em todo o mundo estão tentando diminuir seu custo total de forma sustentável. Algumas vinícolas no passado começaram a empacotar seus vinhos em embalagens cartonadas.

Os recipientes oferecem várias vantagens em relação às garrafas de vidro tradicionais. Enquanto ambos os tipos de recipientes são recicláveis ​​e podem ser feitos de material reciclado, a maioria das garrafas de vidro utilizadas no vinho é proveniente de vidro virgem.

Há também uma grande diminuição de peso em relação às garrafas de vidro tradicionais.

Podemos citar ainda a facilidade para empilhar as embalagens durante o transporte e armazenamento.

4. Sachês

Esse tipo de embalagem é composto por uma ou mais camadas de alta barreira de filmes flexíveis alinhadas em um recipiente de cartão. Esses filmes são capazes de proteger o vinho em curto prazo de armazenamento. O design pode oferecer ao consumidor várias vantagens sobre uma garrafa de vidro, como melhoria de distribuição, embalagem com excelente custo-benefício e facilidade para abrir.

5. Latas

Consideradas extremamente inovadoras, as latas de alumínio ainda são vistas com uma certa resistência pelos produtores de vinho. Porém, prometem ser uma tendência futura.

As empresas que já estão comercializando vinhos em lata explicam que, realmente, o vinho não evolui devido à ausência de entrada de oxigênio, porém, a proposta de exploração é que sejam consumidos rapidamente a um custo acessível.

E aí, pronto para experimentar outras embalagens para vinhos? Aproveite e confira também os diferencias das embalagens para cervejas artesanais!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"