Qualidade, logística e armazenagem: entenda melhor essa relação!

Quando se fala em logística e processos internos de maneira geral, muita gente ignora a armazenagem. Ao pensar em qualidade, essa etapa nem sempre é considerada como um ponto para alcançar as metas almejadas.

Porém, sem a armazenagem, simplesmente não existe processo logístico. Sem ela, as empresas precisariam produzir sob demanda o tempo todo, o que prejudicaria a produtividade e os resultados. Além disso, a falta de armazenagem levaria ao desperdício de oportunidades já concretizadas, devido ao desabastecimento.

Assim, qualidade, logística e armazenagem estão diretamente ligadas. Para saber mais sobre isso, veja, a seguir, quais são os efeitos da armazenagem e a sua relação com os demais fatores.

Diminuição da contaminação e da deterioração 

Quando a armazenagem recebe a atenção condizente com a sua importância, há uma visível diminuição da contaminação e da deterioração de itens em estoque. Uma armazenagem segura impede, por exemplo, a entrada de agentes contaminantes, que podem ir desde microrganismos a roedores.

Além disso, uma armazenagem elaborada da maneira certa protege os itens de temperaturas muito altas ou baixas, assim como de incidência solar direta, umidade e assim por diante. Como consequência, os itens mantêm suas características por mais tempo, garantindo que estejam aptos para a venda.

Aumento da disponibilidade em estoque

Por falar nisso, uma boa armazenagem é responsável por manter a qualidade dos produtos e, em última análise, por garantir a sua disponibilidade. Se os produtos ficam protegidos, eles estão sempre prontos para a venda.

Assim, o negócio não precisa passar pela situação inconveniente de só descobrir que um determinado item precisa ser reposto por não poder ser vendido na hora em que o cliente já fez o pedido.

Mantendo a qualidade dos itens, o negócio consegue ter uma logística mais ágil: assim que o cliente faz e confirma o pedido, o produto já é separado e enviado, conforme o que foi especificado.

Sem a armazenagem adequada, o cliente faz o pedido e, quando o negócio vai selecioná-lo, nota que está estragado ou sem condições. Assim, o cliente tem a compra cancelada ou precisa fazer algum tipo de substituição. Seja como for, é uma situação que rouba tempo e eficiência da logística.

Economia de espaço 

A íntima relação entre qualidade, logística e armazenagem também está ligada à economia de espaço. Se a armazenagem é bem estruturada e planejada, isso significa que o espaço é utilizado de maneira otimizada. Sem desorganização, há mais espaço para mais itens.

Para a logística, isso é positivo. Em primeiro lugar, um local organizado tem mais capacidade, então, significa que pode haver um estoque maior, caso assim se faça necessário.

Além disso, a economia de espaço evita que o estoque precise ser deslocado para outro local. Embora a descentralização seja positiva até certo ponto, a transferência forçada pode significar mais custos entre conseguir faturar os pedidos e enviá-los para entrega.

Redução de custos 

Naturalmente, há também uma redução de custos quando essa relação é bem balanceada. Em primeiro lugar, a maior proteção de itens contra a deterioração garante que haja menos desperdício. Se os itens não precisam ser jogados fora, não há um custo extra com a compra de novos. Papelão Ondulado

Além disso, a economia de espaço também faz com que a logística seja menos onerosa do ponto de vista da manutenção. Também, não é necessário buscar espaços maiores e mais caros para algo que pode ser armazenado no espaço já disponível.

Outro ponto importante é que, quando a logística fica eficiente, ela se torna mais lucrativa. Ao demorar menos tempo para enviar um produto, por exemplo, o negócio consegue atender mais clientes e, com isso, faturar melhor sem precisar gastar mais.

Favorecimento do controle logístico 

Quando um produto é armazenado por uma companhia, ele está, de certa maneira, sob o controle desse empreendimento. É diferente imaginar uma empresa que tenha seu espaço de armazenagem e pensar em um negócio que só faça a intermediação de vendas.

Por isso mesmo, o processo de armazenagem é especialmente importante para aumentar o controle logístico de toda a operação. É graças a esse setor que a empresa consegue saber exatamente o que está (ou não) disponível em estoque, de modo a garantir que o produto chegue às mãos do cliente final.

Esse tipo de controle também é importante para que a logística possa se planejar em cima de bases mais sólidas. A partir daí, o processo logístico consegue ter uma sequência estruturada e de qualidade.

Resultado final: aumento da satisfação do cliente 

Como resultado final, a relação entre qualidade, logística e armazenagem é responsável por garantir e maximizar a satisfação do consumidor. Em primeiro lugar, o fato de os itens ficarem mais protegidos permite que a qualidade do que é entregue seja adequada e esteja dentro das especificações.

Além disso, menos custos e menor uso de espaço normalmente levam a preços mais competitivos. Aliando isso à qualidade, aumenta-se o valor agregado do produto oferecido.

Outra questão a ser considerada é que a logística acontece com mais eficiência e precisão. Isso permite não apenas que os clientes tenham os produtos mais rapidamente, mas também garante mais flexibilidade e atendimento a necessidades específicas. Como resultado, há muito mais satisfação de maneira geral.

Desse modo, é possível que o negócio tenha uma boa percepção e imagem de mercado, fidelizando clientes e atraindo mais facilmente novos consumidores. Portanto, uma armazenagem bem feita gera um efeito em cadeia que atinge e conquista o cliente final.

A relação entre qualidade, logística e armazenagem evidencia que o processo de armazenamento é um dos primeiros passos para uma logística eficiente e assertiva. Por isso, na hora de pensar em melhorar o nível, é importante considerar a armazenagem como um fator-chave e que faz diferença nos resultados. A partir disso, é possível para construir uma logística mais estruturada e, consequentemente, garantir a satisfação do consumidor.

Agora, conhecendo os efeitos da relação entre qualidade, logística e armazenagem e sabendo boas dicas para melhorar resultados, não deixe que o seu negócio fique obsoleto! Assine a nossa newsletter e veja como manter os seus processos sempre otimizados!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"